• notavelabrantes

#patrocinado | Curiosidades | Rossio ao Sul do Tejo

#asuavisitapodeesperar


12 de março de 1750


"Morre no Rossio das Barcas, ou "d'Além do Tejo", Vicente Caldeira Roxo, que nos negócios do porto do Tejo conseguira considerável património. Ali fizera erigir casas e também uma ermida, da invocação de Nª Srª das Necessidades, onde por disposição testamentária quis ser sepultado e com memória perpétua, já que prescrevia uma obrigação de missa semanal por sua alma (todos os domingos e dias santos), "para sempre enquanto o mundo durasse". Para a administração da "capela" nomeava seu irmão Pe. Fr. António Caldeira e, por morte deste, a seus filhos (dele instituidor): Ana Joaquina (1740-1831), João António (1744-1825) e Matias Caldeira (m.1782). A ermida, além de servir a família, funcionava também como igreja para a população local que tendia a aumentar e ainda como panteão da família." (1)


__________

Fonte:

(1) "História Cronológica do Concelho de Abrantes - da Pré-História a 1916", Joaquim Candeias Silva - CMA

+ sobre S. Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo.


Visite o nosso canal no Youtube: aqui.

Acompanhe o Notável Abrantes no Facebook e Instagram!

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo