• notavelabrantes

#patrocinado | Curiosidades | Aldeia do Mato, Souto e Martinchel

26 de fevereiro de 1811.



No dia 26 de fevereiro de 1811, "nova vaga de destruição alastra por algumas povoações do norte do concelho, perpetrada pelo exército francês, que ocupava Tomar. Em Aldeia do Mato, segundo o testemunho do cura António Ferraz, que fugiu dos invasores amedrontado, “No mês de Novembro de 1810 entraram os Franceses nesta freguesia, e no ano de 1811; e destruíram a igreja matriz de maneira que só deixaram as paredes, e mataram muita gente desta freguesia e de outras mais”. Compulsando os assentos de óbito, encontrámos 13 moradores com morte violenta e imediata, todos em 1811, vítimas directas da tropa francesa. No Souto ― segundo um relato paroquial de 1815 ― “ficaram a igreja matriz e mais capelas arruinadas e as imagens dos santos queimadas e despedaçadas”. E também Martinchel deve ter sido bastante sacrificada, mas faltam os dados paroquiais. Todas as demais freguesias rurais, mormente as situadas ao sul do Tejo, parece terem sido pouco afectadas, por via da boa defesa da vila." (1)


__________


Fonte: (1) "História Cronológica do Concelho de Abrantes - Da Pré-História a 1916", Joaquim Candeias da Silva - CMA


+ sobre Aldeia do Mato e Souto.


+ sobre Martinchel.


Visite o nosso canal no Youtube: aqui.

Acompanhe o Notável Abrantes no Facebook e Instagram!

51 visualizações

Posts recentes

Ver tudo