• notavelabrantes

Patrocinado | Há escolhas fáceis de fazer

Atualizado: Jan 18

Comece pela esquerda. Prossiga pela direita.



Há escolhas fáceis de fazer.


Comece pela esquerda. Encontrará o Castelo/Fortaleza de Abrantes.


Terá sido conquistado aos mouros por D. Afonso Henriques, no século XII, aquando da reconquista, para defesa da linha do Tejo e por si doado em 1173, à Ordem de Santiago de Espada.



Suba à Torre de Menagem. Mandada construir por D. Afonso III e concluída no reinado de D. Dinis, em 1300, de onde se avista uma rara panorâmica de 360º sobre o Rio Tejo, o Ribatejo, o Alto Alentejo e a Beira Baixa.




Prossiga para o Jardim do Castelo.


A criação do jardim data de final do século XIX. Ponto de passagem obrigatório para casamentos e batizados.


É possível observar o Rio Tejo e as suas margens.




Termine no Outeiro de S. Pedro.


Reza a lenda que terá sido neste local que D. Nuno Álvares Pereira acampou com as suas tropas antes de partir para a Batalha de Aljubarrota, com D. João I.



Para homenagear os feitos do Contestável, a Câmara Municipal de Abrantes mandou ali erguer um monumento, em 1968, da autoria do Arquiteto Duarte Castel-Branco e do escultor Lagoa Henriques.

​Contemple o Rio Tejo... antes de se "perder" pelo Centro Histórico.




+ sobre Abrantes.


Acompanhe o Notável Abrantes no Facebook e Instagram!

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo